Arquibrasil's Blog


ARQUITETURA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

Arquitetura contemporânea junta todas as tendencias e tecnicas arquitetonicas utilizados nos tempos atuais, sucedendo à arquitetura moderna.
A Arquitetura pós-moderna é uma das mais recentes manifestações contemporâneas, assim como a high-tech e a sustentável.

ARTHUR DE MATTOS CASAS

É formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie de São Paulo em 1983. Arthur de Mattos Casas domina todas as áreas do habitar, da arquitetura propriamente ao design de mobiliário. Assim, pode estabelecer uma relação coerente entre o espaço e os objetos que o habitam. Sua arquitetura de interiores é marcada pela contraposição entre a essencialidade racionalista e esparsos sobressaltos decorativos, sutilmente proporcionados pelo uso de madeiras texturizadas.

Prêmios
• Prêmio de Design do Museu da Casa Brasilieira em 89;
• Revista A&D em 94,
• Prêmio Deca (Projeto de banheiro) em 1997;
• Revista Espaço D, 1º e 2º lugares nas categorias de Design de Interior, Ambientes Comerciais, Casas e Apartamentos quase todos os anos entre 1998 e 2006.
ano 2000, ganhou o 1º lugar do Best City Hotel, nos EUA.
• Recebeu dois prêmios de Honra ao Mérito, no 3º Prêmio Cauê de Arquitetura e no Prêmio IAB, com o projeto da loja Ornare.
• 1º lugar sob a categoria de Móveis, e Prêmio Deca por “Um sonho de banheiro”, 1º lugar, sob categoria Residencial. Ficando em 20º lugar no Prêmio do Hall da Fama – 2006.
• Red Dot Design Award, prêmio alemão, pelo desenvolvimento bastante criativo da linha de cutelaria e jantar para a empresa Riva – 2008.
• Casa Cor Arthur participou de muitas edições da Casa Cor, quase sem intervalos entre os anos de 1989 e 2003.
• A partir de 2003, Arthur decidiu focar seu trabalho através de outras perspectivas que sua profissão permite alcançar e vem se tornando um arquiteto cada vez mais conectado com o meio-ambiente e com o pensamento sustentável.

Bienais
O arquiteto participou de duas Bienais de Arquitetura em São Paulo, em 1997 e 2003 e da Bienal de Buenos Aires também em 2003 e 2005.

Exposições
Participou de inúmeras exposições, como da exposição itinerante “Rasna Etrusca” pela Europa e EUA em 1989; “Ferro e Fogo” na Montessanti Gallery e Casa Cor exposição coletiva em 1990.

“Cadeiras Brasileiras” no Museu da Casa Brasileira em 1994; exposição D&D em 1995; e “Brasil faz Design” também no Museu da Casa Brasileira em 1998 e 2000; Deca Showcase e Feira de Móveis de Milão em 1998.

“Design Natureza” em 1999 e 500 Anos de design no Brasil na Pinacoteca do Estado em 2001.

Workshops
Desde 2004, Arthur vem sendo convidado a participar com mais freqüência de workshops para falar de sua produção pelo mundo todo. Alguns deles: Universidade Diego Portales no Chile; na 6ª e 11ª Bienais de Arquitetura de Buenos Aires; 2o Fórum Nacional de Arquitetura na Bahia.

“Arthur Casas e sua relação com São Paulo” em Belém; A história do Design de 1850 a 1970, CCBB em Brasília; Centro Cultural Borges, Buenos Aires; DesignWeek, CEDIM, Escola de Design Arquitetura e artes, em Monterrey, México; Programa Seminário Arc Interiores no Resort Doral em Miami.

Livro
Em 2007, Arthur lançou um livro sobre seu trabalho e sua relação com a cidade de São Paulo e já se encontra em sua segunda edição no mercado devido à grande acolhida do público.

OBRAS:

Hotel Emiliano
a href=”http://arquibrasil.files.wordpress.com/2009/11/arquiteto.jpg”>O hotel está inserido em um terreno estreito e sem recuos na Rua Oscar Freire, em São Paulo, são 23 pavimentos no total, e 57 unidades de hospedagens, não possui infra-estrutura de convenções.
É considerado pelo arquiteto o primeiro hotel-butique paulistano, devido o conceito que prevê conforto, instalações diferenciadas e a venda de móveis e objetos decorativos, arquitetura de interiores diferenciada e compatíveis as elevadas diárias.
<
O arquiteto propôs para as áreas comuns e privativas soluções contemporâneas e livres de excessos, responsáveis pela ambientação clean e refinada, com nítidas influências orientais.
Como Arthur disse em entrevista “Foi mais trabalhoso do que projetar o edifício desde a fundação’’.


A primeira alteração ocorreu na fachada, que deveria dispensar adornos e conferir grandiosidade ao empreendimento, criando uma fachada de partido minimalista com fechamento envidraçado, personalizada por recortes e pelo volume cúbico com vidro reflexivo projetado sob o heliponto.


Internamente o cubo recebe luminosidade natural devido a inclinação da estrutura, e ao mesmo tempo criando uma vista panorâmica para toda a área do SPA.
Outros aspectos para contribuir com a imponência do hotel, foi a ausência de recuos laterais, o pé-direito duplo da entrada e os panos de vidro inclinados e transparentes que deixam antever o lobby e a área com o espelho d’água e vasos suspensos, que integra o projeto paisagístico, o mobiliário reúne itens criados pelo próprio arquiteto e por designers renomados, nos apartamentos o utilizou a madeira e acabamentos em tonalidades claras e o mobiliário de linhas leves com tendências orientais.

Edifício Comercial

O prédio, possui qualidade e originalidade arquitetônica, o terreno está localizado em uma esquina na principal praça da cidade, ao lado da igreja matriz.
O partido adotado referenciou-se em projetos do arquiteto modernista suíço Mario Botta. No edifício, que ocupa todo o lote retangular, a simetria das fachadas é quebrada pelo chanfro central em que se insere a grande coluna circular, revestida por tijolos aparentes. Tem altura equivalente a dois andares, conferindo monumentalidade ao acesso.

A composição das fachadas acentua a simetria dos espaços e realça as proporções da ocupação. O rigoroso desenho da grelha é marcado pelos pilares semidestacados da fachada, que terminam na platibanda do terceiro pavimento. Esquadrias metálicas pintadas de preto, apoiadas nessa platibanda, funcionam como elementos estéticos e guarda-corpos das janelas Os volumes que arrematam a composição, no coroamento, também seguem a mesma regularidade e imprimem interessante escalonamento ao conjunto.

RUY OHTAKE

Nasceu em São Paulo em 1983. Formou-se em arquitetura pela universidade de São Paulo em 1960.
Ruy Ohtake, hoje, possui mais de 300 obras realizadas no Brasil e no mundo, é tido como um poeta da arquitetura contemporânea.
No ultimo dia 12 de novembro, em solenidade da FNA (Federação Nacional dos Arquitetos), no auditório da Bienal Internacional de Aquitetura de São Paulo, o prêmio Arquiteto do Ano 2009, em reconhecimento pelos seus trabalhos realizados.

Algumas obras:

O hotel Unique é simetrico, suas janelas circulares de 1,80 m de diâmetro, que da uma composição dinâmica na fachada, acentuada pelo revestimento em placas de cobre pré-oxidadas em três tons de verde. O hotel é composto de 6 pavimentos. No térreo, o pé direito é duplo e curvo, aonde localiza-se a recepção, bar e área de apoio, onde foi feito uma parede de vidro, possibilitando uma “conversa” entre o hotel e a rua da cidade. O restaurante na cobertura com detalhes de vidro e estrutura metálica, tem uma vista priviligiada para a cidade de São Paulo. Os corredores dos apartamentos são curvos, buscando a luz natural das janelas circulares.

Hotel Unique – São Paulo – 2000
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/

As curvas no edificio Maison De Mouette variam de andar para andar, dando ao edificio de 8.500 m² de área construida o movimento de ondas. O guarda-corpos que delimitam os terraços são reproduzidos em concreto armado com formas em madeira. Possui 21 pavimentos, estrutura em concreto armado com pilares distribuidos perifericamente para facilitar a organização dos espaços internos e lages fundidas in loco. As fundações são estacas pré-moldadas, em função dos carregamentos e características do terreno.

Edifício Maison de Mouette – São Paulo – 1990
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/


Estádio do Morumbi – 2014
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/


Edifício santa Catarina – São Paulo – 2007
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/


Edifício Berrini – São Paulo – 2000
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/


Restaurante Shundi – Brasília – 2008
FONTE: http://www.ruyohtake.com.br/

RUY OHTAKE POSTADO POR KAREN FAGUNDES

Brasil Arquitetura

Marcelo Carvalho Ferraz, nasceu em 1955 em Carmo de Minas-MG.
Seus projetos são de estilos contemporâneos por adotar assimetria, formas geométricas e que prega a colisão de estilos anteriores. Todas obras inspiram uma sensação se leveza, na maioria das vezes utilizando cores claras e vidros.
Quando entrou para Faculdade de São Paulo no ano de 1974, logo começou seu estagio com a arquiteta Lina Bo bardi, depois de formado, em 1978 passou a fazer parte de sua equipe, contribuindo em vários projetos.
Em 1979 fundou-se o escritório Brasil Arquitetura LTDA junto com os arquitetos Francisco De Paiva Fanucci e Marcelo Suzuki, onde conquistaram vários prêmios entre eles:

1º Lugar no concurso de projetos para a Câmara de Vereadores e Centro Cultural de Varginha-MG.(1985)

1º lugar no concurso internacional de projetos para recaracterização do Bairro Amarelo, em Hellersdorf, Berlin.(1998)
Prêmio IAB/SP – categoria “Obra Construída – Melhor Projeto 1996”, pelo Teatro Polytheama de Jundiaí.(1998)

Prêmio “Rino Levi de Arquitetura” – IAB/SP pelo Teatro Polytheama de Jundiaí.
(1998)

1º lugar no concurso “Art Work de Hotéis e Restaurantes”pelo projeto “Restaurante do Benin” em Salvador, BA.

Representa o Brasil como finalista na “I Bienal Ibero Americana de Madri” com o projeto Teatro Polytheama de Jundiaí.

“Grande Prêmio de Reabilitação” na “XI Bienal Internacional de Arquitetura de Quito” pelo Teatro Polytheama de Jundiaí. (1999)

Prêmio IAB/SP – categoria “Revitalização de Edifícios –Melhor Projeto 2002”, pelo Conjunto KKKKem Registro – SP

1° lugar no concurso internacional de projeto para residência unifamiliar localizada no litoral de Hanko, Finlândia.(2006)

2º lugar na categoria Recuperación y puesta en valor,obras de más de 1.000 m² do “Premio Iberoamericano a la mejor intervención en obras que involucren el patrimônio edificado”, organizado conjuntamente pelo Centro Internacional para la Conservación del Patrimonio – CICoP Argentina – e pela Sociedad Central de Arquitectos, com o projeto para o Museu Rodin Bahia – BA..

1º lugar na categoria Obra Executada –Patrimônio da Mostra Competitiva de Arquitetos da 5ª Bienal de Arquitetura de Brasília/ DF com o projeto para o Museu Rodin Bahia – BA.
Entre outros. (2006)

Além de todos essas conquistas como arquiteto, ainda recebeu vários prêmios por publicar Livros como Arquitetura Rural na Serra da Mantiqueira e Projeto Lina Bo Bardi e documentários.

O que torna o arquiteto contemporâneo é a mistura dos materiais utilizados nas obras, como vidros, madeiras e concretos, tudo na mais perfeita sincronia, dando ar de leveza em seus projetos. Sempre com funcionalidade, amplos espaços, linhas retas e se preocupando com a sustentabilidade.

Museu do Pão
Programa: dois prédios novos abrigando o Museu do Pão e Escola de Confeiteiros; restauração e adequação do moinho antigo

fonte:www.brasilarq.com.br

fonte:www.brasilarq.com.br

Museu Rodin Bahia

fonte:www.brasilarq.com.br

fonte:www.brasilarq.com.br

Conjunto KKKK

fonte:www.brasilarq.com.br

fonte:www.brasilarq.com.br

fonte:www.brasilarq.com.br

Márcio Kogan

Márcio Kogan

O Arquiteto paulistano Marcio Kogan formou-se pela FAU/Universidade Mackenzie, em 1977. Tem 53 anos, e é um dos mais destacados nomes da arquitetura contemporânea. Foi premiado duas vezes pelo IAB e indicado ao World Architeture Awards, o Oscar da arquitetura. Fã de Ingmar Bergmam e Frederico Fellini, estudou cinema até os 30 anos, conquistando uma peculiar sensibilidade de olhar o mundo.

Características contemporâneas das obras de Márcio Kogan:
*Seus desenhos priorizam linhas retas, tons neutros, funcionalidade, amplos espaços -sem perder o conforto e aconchego do ambiente.
*Kogan utiliza em seus projetos o contraste entre materiais naturais – fibras, madeiras, pedras – com produtos e materiais de alta tecnologia, sempre em busca da sua própria linguagem de projetar.
*As obras, por vezes curiosas, são de uma plasticidade que impressionam pela leveza, simetria, refinamento, praticidade e beleza, fazendo com que o arquiteto seja um dos nomes mais destacados dentro da arquitetura e um dos profissionais desta área mais premiados do país.

Obras analisadas:

* Casa Panamá
Ganhou o premio yellow pencil, em Londres.
Esta casa foi projetada para expor as obras da proprietária, que é colecionadora. Como diversas obras de Kogan, podemos definir como uma caixa de concreto, com grandes espaços livres e aberturas em fita. Os materiais utilizados como revestimentos foram a madeira e a pedra – elementos característicos de suas obras.

*Casa Paraty
Esta casa foi projetada para um casal de jovens colecionadores de móveis brasileiros da década de 60 –praticamente privada – com acesso somente por barco. Preocupados em preservar a mata atlântica, doaram o morro, para que se torne patrimônio nacional e não pode ser mexida. Esta casa foi construída com materiais locais e naturais, de uma simplicidade difícil de conseguir. Ela pode ser definida como duas caixas de concreto em balanço e isoladas. Outro aspecto que pode ser citado são as aberturas, seguindo as linhas de rasgos horizontais. A casa possui um balanço de 8 metros, em volume de 27 metros.

Fonte: http://www.arcoweb.com.br
http://www.casa.abril.com.br
http://www.marciokogan.com.br

MÁRCIO KOGAN POSTADO POR: DÉBORA FERNANDA ARALDI.


Trackbacks & Pingbacks

Comentários

  1. Olá meninasss!!!!!!
    Concordo plenamente com vocês que arquitetura contemporânea relaciona-se com estes arquitetos, pois eles trazem essências fortemente modernistas, de inovaçãoes tecnológicas, acredito que tanto quanto Marcio Kogan, Arthur Casas e Marcelo Carvalho contemplam a vegetação com suas obras acrescentam nela algo belo, leve e claro, entretanto acredito que Ruy Ohtake quer se sobressair em seus locais de inserção, gostaria de saber mais sobre o que vocês consideram arquitetura contemporânea.
    abraços!!!!!!!!

    | Resposta Publicado 4 years, 10 months ago
  2. * ledur says:

    Obra simplesmente perfeita.

    | Resposta Publicado 4 years, 6 months ago


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: